EUA abrem investigação judicial sobre vazamento de petróleo

Secretário de Justiça informou que a investigação foi lançada 'há algumas semanas'

EFE

01 Junho 2010 | 17h54

O secretário de Justiça dos Estados Unidos, Eric Holder, anunciou a abertura de uma investigação judicial para determinar se os responsáveis pelo derramamento de petróleo no Golfo do México violaram a lei.

 

BP inicia arriscada operação para conter vazamento de óleo

Ações da petrolífera BP caem 15% e atingem nível mais baixo em 14 meses

 

"Aplicaremos todo o peso da lei a qualquer um que tenha violado a legislação", disse Holder em declarações à imprensa, em New Orleans.

 

Ele informou que a investigação foi lançada "há algumas semanas", mas evitou dizer que tipos de acusações poderiam ser apresentadas.

 

O secretário de Justiça visitou parte da área afetada pelo que se transformou no maior vazamento de petróleo na história do país.

 

Reiterou que o objetivo primordial do governo é deter o vazamento, mas insistiu na necessidade de assegurar que os culpados assumam sua responsabilidade.

 

"Este desastre é uma tragédia", afirmou Holder, que se reuniu com os promotores dos estados da Louisiana, Alabama e Mississippi para abordar a possível apresentação de ações.

 

De fato, o procurador-geral da Louisiana, Buddy Caldwell, afirmou que o estado utilizará parte dos US$ 25 milhões de ajuda recebidos da British Petroleum (BP) para apresentar uma ação pelo derrame.

 

Caldwell não indicou contra quem iria dirigir a demanda que prepara, embora a BP desponte como alvo mais provável.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.