Está no Nordeste e viu manchas de óleo nas praias? Mande seu relato, fotos e vídeos

Litoral dos 9 Estados da região foram atingidas pelos vazamentos de petróleo: MA, PI, CE, RN, PB, PE, AL e SE

Redação - O Estado de S.Paulo

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar por R$ 0,99

Você pode ler 5 matérias grátis no mês

ou Assinar por R$ 0,99

Você leu 4 de 5 matérias gratuitas do mês

ou Assinar por R$ 0,99

Essa é sua última matéria grátis do mês

ou Assinar por R$ 0,99

SÃO PAULO - O vazamento de petróleo cru em uma faixa de 2 mil quilômetros da costa brasileira já se espalha pelos nove Estados do Nordeste. O setor turístico afirma que ainda não há uma onda de adiamentos ou desistências, mas que o avanço da mancha pelo litoral preocupa.

Sergipe. Os responsáveis pelo vazamento de petróleo no litoral nordestino não foram identificados. Foto: Adema/Governo de Sergipe

Entre as regiões afetadas, estão destinos bastante procurados, como Pipa, no Rio Grande do Norte, e Porto de Galinhas, em Pernambuco.

De acordo com o Procon paulista, turistas que vão para locais do Nordeste afetados pelas manchas de óleo podem negociar com as operadoras com as quais fecharam pacote para remarcar datas ou até cancelar a viagem, sem ter de pagar multa por isso. O órgão de defesa do consumidor explica que o consumidor não pode ser responsabilizado ou prejudicado por algo que não tem culpa.

Para editora do caderno Viagem do Estado, Adriana Moreira, "não vale a pena para o turista que tem viagem marcada para o Nordeste mudar de planos agora", mas é importante ficar atento. 

Você está no Nordeste e presenciou as manchas de petróleo no mar? Desistiu de visitar alguma praia? Ou não teve a rotina alterada? Mande seu relato na caixa de comentários e suas fotos e vídeos por WhatsApp para o número (11) 9-9147-5968. Ou comente nossas publicações no Facebook e no Twitter.

Mancha de óleo atinge praias do Nordeste

1 | 7 De acordo com o Ibama, o número de animais afetados com o vazamento subiu para dez – nove tartarugas e uma ave – dos quais sete estão mortos. Ainda segundo o Ibama, por enquanto, não há contaminação de peixes e crustáceos ao longo do litoral nordestino. Foto: Ibama
2 | 7 A lista de locais atingidos pela substância química não para de crescer e nesta quinta-feira, 26, espalhava-se por pelo menos 45 praias e 99 pontos nos Estados de Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe. Foto: Ibama
3 | 7 As primeiras manchas foram identificadas no dia 2, desde então, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e a Marinha do Brasil investigam a situação. Foto: Ibama
4 | 7 Com causa indefinida até o momento, um vazamento de petróleo cru compromete mais de 1.500 quilômetros do litoral do Nordeste. Foto: Ibama
5 | 7 A Marinha enviou material para o Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira, no Rio de Janeiro, mas não havia resultados até esta quinta-feira. Foto: Ibama
6 | 7 Sergipe. Os responsáveis pelo vazamento de petróleo no litoral nordestino não foram identificados. Foto: Adema/Governo de Sergipe
7 | 7 Manchas de óleo apareceram no litoral de Sergipe, nos municípios de Pacatuba e Pirambu. Foto: Adema/Governo de Sergipe

Praias afetadas

Veja a lista de praias do Nordeste atingidas pelo vazamento de petróleo

Tudo o que sabemos sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato