LinkedIn
LinkedIn

Retomada Verde: Live com LinkedIn Brasil debate redução de lixo em casa

Transmissão ao vivo será às 17h30, pelo perfil oficial do Estadão no LinkedIn, Facebook e Twitter; resultados de enquete no LinkedIn Notícias serão comentados

Redação, O Estado de S.Paulo

27 de agosto de 2020 | 17h58
Atualizado 09 de setembro de 2020 | 14h32

Os debates propostos pela reportagens do projeto Retomada Verde estão sendo ampliados no LinkedIn Brasil. Toda semana, o perfil oficial LinkedIn Notícias traz uma enquete para aprofundar a discussão sobre temas de meio ambiente e sustentabilidade que foram notícias no Estadão.

A mais nova enquete, lançada na última quinta-feira, 3, já conta com mais de 10 mil votos e pergunta como os internautas lidam com o lixo em casa. 

Inspiradas pelas ambientalistas Bea Johnson e Cristal Muniz, as repórteres Ana Lourenço e Danielle Nagase tentaram eliminar sua produção de resíduos durante sete dias — o que envolveu recusar embalagens descartáveis, produzir seus próprios itens de higiene, beleza e limpeza doméstica e cozinhar todas as refeições em casa. Você pode saber mais e participar da votação no perfil LinkedIn Notícias. Vem pensar com a gente.

A edição anterior da enquete provocou reflexão sobre como o poder público pode tornar as cidades mais sustentáveis. O tema foi inspirado em reportagem do Estadão que apresentou propostas de transformações simples para as cidades brasileiras, tendo como base o modelo aplicado em Paris, na França. A opção mais votada foi a Ensino de Sustentabilidade. 

Os resultados da votação atual, que continua em aberto, serão comentados em uma transmissão ao vivo na próxima quarta-feira, 9. A repórter Juliana Pio, do time de Redes Sociais do Estadão, recebe as jornalistas Ana Lourenço e Danielle Nagase, além dos editores do LinkedIn Brasil, Claudia Gasparini e Guilherme Odri, nos perfis do @Estadao no LinkedIn, Facebook e Twitter, a partir das 17h30, para um papo sobre Retomada Verde.

As reportagens especiais sobre meio ambiente e sustentabilidade do Estadão estão sendo distribuídas no Boletim Diário do LinkedIn Brasil, pela manhã. Além das matérias, as newsletters trazem comentários sobre o tema assinados pelos repórteres do Estadão que têm perfil na rede social.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.