Energia limpa e peles falsas na passarela da SPFW

Gloria Coelho se inspira em coletores solares; Huis Clos traz casacos de pele sintética

Alice Lobo, do blog Verdinho Básico

21 Janeiro 2010 | 11h21

Alice Lobo escreve sobre moda e consumo ético e participa da cobertura da São Paulo Fashion Week (SPFW), que começou neste domingo, dia 18. Repórter e blogueira, Alice é colaboradora do caderno Vida & Sustentabilidade e do portal Planeta. Além disso, mantém o blog Verdinho Básico, sobre moda ética. Confira a cobertura especial da SPFW para o estadao.com.br:

 

O primeiro desfile do quarto dia da São Paulo Fashion Week foi o da Gloria Coelho, que teve entre suas inspirações a energia limpa e os coletores solares. Aliás, eles formaram o cenário e estavam presentes tanto na boca de cena como na passarela.

 

Outra inspiração foi um protótipo esportivo da BMW que reduz as emissões de poluentes sem perder a potência do motor. Seu design influenciou algumas formas e detalhes das criações de Gloria, eleita a melhor estilista brasileira pelo Prêmio Moda Brasil 2009. Assista ao vídeo.

 

Já no backstage da 2nd Floor, a segunda linha da Ellus, o reaproveitamento de tecidos foi o tema da minha conversa com a Julia Pogetti, coordenadora de estilo da marca e responsável pela criação as peças femininas do desfile. O vídeo da entrevista está aqui.

 

A Huis Clos apresentou uma coleção elegante e clean no quarto dia da SPFW. Cores sóbrias tomam conta do inverno de Clô Orozco e Sarah Kawasaki. Destaques para os casacos-vestidos. O toque de extravagância ficou por conta do uso de peles… sintéticas, claro. Confira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.