Enchentes deixam 3 milhões de desabrigados na Índia

Após enchentes destruírem o lesteda Índia, autoridades indianas disseram neste domingo que aregião precisa de mais barcos e reforço no resgate de centenasde milhares de pessoas que ainda estão ilhadas em vilarejosdistantes. O mau tempo e a chuva forte nos últimos dias temdificultado as operações de resgate de vítimas da enchente maissevera que atingiu o estado de Bihar em 50 anos, disseramoficiais. "Eu não posso dizer especificamente quantas pessoas aindaestão isoladas pelas inundações", disse neste domingo NitishMishra, diretor do Departamento de Gestão de Desastres deBihar. "Mas os números chegam a centenas de milhares e nós pedimosmais recursos, mais barcos e esforços nas operações deresgate", acrescentou. Desde o início de junho, as enchentes já mataram mais demil pessoas no Sul da Ásia. O estado mais prejudicado pelatemporada de chuva é Uttar Pradesh, no norte da Índia, onde 785pessoas morreram. Foram registradas mortes também no Nepal e emBangladesh. Em Bihar, o número de mortos chegou a 90 no domingo, quandocinco pessoas morreram afogadas durante a noite em bairrosdiferentes. Ao menos três milhões de pessoas estão desabrigadas e osnúmeros podem aumentar se as chuvas continuarem, disseramautoridades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.