Empresa de energia solar será 1ª chinesa a patrocinar Copa

Pelo acordo, firma chinesa fornecerá painéis fotovoltaicos para 20 centros esportivos da África do Sul

Efe

03 Fevereiro 2010 | 12h38

A empresa Yingli Solar, uma das maiores fabricantes de painéis fotovoltaicos do mundo, será a primeira companhia chinesa a patrocinar a Copa do Mundo.

 

Pelo acordo, a firma chinesa se compromete também a fornecer painéis fotovoltaicos para 20 centros esportivos da África do Sul.

 

Segundo um anúncio feito nesta quarta-feira pela Fifa e pela própria empresa, essa é também a primeira vez que uma companhia de energia renovável patrocina o evento.

 

"Trata-se de um momento histórico, nosso primeiro acordo com uma empresa de energias renováveis e o primeiro patrocinador chinês", disse o presidente da FIFA, Joseph Blatter.

 

O presidente da Yingli Solar, Miao Liansheng, e o diretor de Marketing da Fifa, Thierry Well, selaram o acordo hoje em Pequim. Os valores que constam em contrato não foram divulgados. 

 

"Nos sentimos privilegiados por essa oportunidade e esperamos oferecer nossa experiência para ajudar a Fifa a, através do esporte, promover um meio ambiente mais verde", disse Liansheng. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.