Emissão de gases-estufa dos EUA caiu 2,2% em 2008, diz agência

As emissões de gases do efeito estufa causadas pela atividade humana caiu no ano passado, período em que o alto preço do petróleo e a fraca economia reduziram a demanda por combustíveis fósseis, disse a Administração de Informação de Energia (AIE) dos EUA nesta quinta-feira.

REUTERS

03 Dezembro 2009 | 20h08

A produção de gases que, segundo cientistas, são os responsáveis pelo aquecimento do planeta, caiu 2,2 por cento em 2008 em relação ao ano anterior, para 7,053 bilhões de toneladas de CO2, disse a AIE.

Desde 1990, a emissão de gases-estufa dos EUA, que inclui dióxido de carbono, metano e óxido nitroso, aumentou na média anual de 0,7 por cento, informou a agência.

A AIE previu em outubro que as emissões de CO2 em 2009 devem cai 5,9 por cento, período em que a recessão reduziu a demanda por carvão e combustíveis.

Os EUA são o maior emissor de gases-estufa, atrás da China, mas emitiram mais gases que qualquer outro país desde a Revolução Industrial.

(Reportagem de Tom Doggett e Timothy Gardner)

Mais conteúdo sobre:
CLIMAEUAEMISSOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.