Em SP, 63% da cana-de-açúcar é colhida sem a queima da palha

A área de cana-de-açúcar colhida crua, ou seja, com o uso de máquinas e sem a necessidade da queima da palha, atingiu 63% da extensão total do cultivo no Estado de São Paulo na safra 2010/2011, segundo dados preliminares do governo e do setor.

O Estado de S. Paulo

07 de fevereiro de 2011 | 11h58

"É um número muito próximo a isso e é um excelente resultado", disse Ricardo Viegas, gerente do projeto Etanol Verde, da Secretaria do Meio Ambiente. Os números finais devem ser divulgados em março. No ciclo anterior (2009/2010), 55,8% da cana foi colhida crua.

O protocolo assinado entre usinas, produtores e o governo paulista em 2006 prevê que toda a cana seja colhida crua até 2014 em áreas mecanizáveis e até 2017 em lavouras onde não é possível a colheita com máquinas. A queima da palha é um dos grandes fatores de poluição do ar no interior do Estado.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.