Em MT, fogo destrói parte de assentamento

Um incêndio que começou há quase um mês em Peixoto de Azevedo, a 692 km de Cuiabá, em Mato Grosso, tomou grandes proporções no fim de semana e destruiu parte do maior projeto de reforma agrária da América Latina, a União do Norte.

Fátima Lessa, O Estado de S. Paulo

17 de agosto de 2010 | 09h36

 

Segundo a prefeitura, 6 mil moradores foram atingidos – metade é de assentados, que perderam toda a produção de banana e abacaxi, e o restante, de fazendeiros. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o fogo consumiu 30 mil hectares.

 

As casas viraram um amontoado de cinzas, uma serraria foi danificada, animais morreram e os que sobreviveram ficaram sem pasto. Duas pontes queimaram.

 

As escolas públicas liberaram os alunos mais cedo. No hospital municipal, os atendimentos aumentaram mais de 50%. Segundo a prefeitura, a maioria dos casos é de intoxicação.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.