El Niño enfraquece e complica previsão de furacões em 2010

Mudança na temperatura das águas do Pacífico dificulta prognóstico para a temporada

Associated Press

06 Maio 2010 | 17h18

O fenômeno climático El Niño, um aquecimento anormal de águas no Oceano Pacífico, parece estar enfraquecendo e pode desaparecer até junho, disseram especialistas ligados ao governo dos Estados Unidos.

 

Se as condições reverterem para um estado neutro, a situação dos furacões de verão no hemisfério norte poderá complicar-se, já que os anos de El Niño tendem a apresentar menos tempestades que o normal no Atlântico e Golfo do México.

 

No mês passado, os meteorologistas Philip J. Klotzbach e William M. Gray, da Universidade Estadual do Colorado, disseram prever um nível de tempestades acima da média na temporada de furacões, por conta do aquecimento das águas do Atlântico "e uma confiança maior de que o El Niño enfraquecerá".

 

Os chamados anos de" La Niña", quando o Pacífico fica mais frio que o normal, podem ter um excesso de furacões, mas anos neutros dificultam a previsão do comportamento da temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.