Domo para conter vazamento chega ao fundo do mar no Golfo do México

O óleo chegou pela primeira vez, na quinta-feira, às praias de um arquipélago da Louisiana

07 Maio 2010 | 19h11

Um porta-voz da British Petroleum informa que o domo de concreto e aço de 100 toneladas foi colocado sobre o grande vazamento de petróleo no fundo do Golfo do México e está assentando no lodo, a mais de 1km de profundidade.

 

O porta-voz Bill Salvin disse que podem ser necessárias 12 horas para que a caixa de contenção finalmente se estabilize no lugar, mas que tudo parece estar indo de acordo com o previsto. 

 

Boias tentam impedir que o óleo chegue às Ilhas Chandeleur, na Louisiana. Brian Snyder/Reuters

 

Se a caixa assentar corretamente, as equipes envolvidas passarão a conectar um cano para bombear o óleo para fora.

 

Salvin disse que ainda há muitos desafios a serem superados antes que a operação possa ser considerada um sucesso.

 

Autoridades informam que podem ser necessários dois dias para que a conexão entre o domo e um navio petroleiro seja feita e permita o início da remoção controlada do petróleo.

 

O óleo chegou pela primeira vez, na quinta-feira, às praias de um arquipélago da Louisiana. Pelo menos 795.000 litros de petróleo cru despejaram-se no Golfo do México a cada dia desde que a plataforma Deepwater Horizon explodiu há duas semanas, matando 11 trabalhadores.

Mais conteúdo sobre:
petróleo bp vazamento golfo do méxico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.