Desmatamento no Cerrado é o dobro da Amazônia, diz Minc

Ministro avalia que esforço de preservação vai causar resistência ainda maior do que a enfrentada na Amazônia

Lígia Formenti, da Agência Estado,

10 Setembro 2009 | 17h34

A área do Cerrado registrou entre 2002 e 2008 um desmatamento de 127,6 mil quilômetros quadrados, o correspondente a 6,3% deste bioma, informou hoje o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc. Os dados foram captados por satélite, em um sistema semelhante ao trabalho que é desenvolvido na Amazônia, com o Prodes. Os números mostram que a média anual de desmatamento neste bioma no período foi de 21.260 quilômetros quadrados - o dobro do que é atualmente registrado na Amazônia

 

documento Plano do governo para o Cerrado (resumo)

documentoPlano do governo para o Cerrado (íntegra)

especial Especial: Biomas brasileiros

 

"Vamos concentrar nossas ações na região do Cerrado. Não podemos ser um ministério de uma nota só", disse Minc, que anunciou um plano de ações para conter a devastação na região. O plano, composto por quase 80 medidas, vai ser colocado em consulta pública durante 30 dias. 

 

O ministro avalia que o novo esforço vai desencadear uma resistência ainda maior do que a enfrentada no combate ao desmatamento na Amazônia. "Vai haver muita gritaria. Integrantes do agronegócio dizendo que o setor está ameaçado, mas é preciso preservar a água, preservar o clima", argumentou.

 

Minc observou, por exemplo, que metade do potencial hidrelétrico a ser explorado está no Cerrado. "Se a devastação próxima de áreas de bacias continuar, vai faltar água para irrigação, para hidrelétrica. O desenvolvimento do Brasil vai ficar ameaçado, não apenas os bichinhos da biodiversidade." 

 

O plano de ação contará inicialmente com R$ 400 milhões do MMA, a serem aplicados até 2011. Entre as medidas estudadas está a criação de áreas de conservação. Num primeiro momento, estão previstas três unidades. A localização, no entanto, não foi divulgada pelo ministério.  De acordo com números divulgados pelo ministério, Maranhão, Mato  Grosso, Minas Gerais, Goiás e Bahia são os cinco Estados com maior desmatamento, em números absolutos. Maranhão, por exemplo, apresentou 23.144 quilômetros quadrados de desmatamento no período entre 2002-2008. 

 

O ministério divulgou ainda uma lista com 60 municípios campeões em desmatamento no Cerrado. Juntos, eles respondem por um terço da área devastada. A cidade que registrou maior desmatamento foi Formosa do Rio Preto, na Bahia, com área devastada de 2040,07 quilômetros quadrados. Em seguida, vem a também baiana São Desidério, com 1571,4 quilômetros quadrados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.