Descobertas centenas de novas espécies em recifes australianos

Trabalho é parte de um censo global da biodiversidade dos mares, que deverá ser publicado em 2010

AP,

18 Setembro 2008 | 18h47

Cientistas marinhos descobriram centenas de novas espécies animais nos recifes das águas australianas, incluindo corais brilhantes e crustáceos minúsculos, dizem resultados divulgados nesta quinta-feira, 18.   As criaturas foram encontradas durante expedições conduzidas pela seção australiana da Creefs, um censo global dos recifes de coral que é um dos diversos projetos do Censo da Vida Marinha, um esforço internacional para catalogar toda a vida dos oceanos. O censo, um projeto de dez anos com publicação prevista para 2010, tem apoio de governos, divisões da ONU e organizações privadas.   Os pesquisadores australianos realizaram três expedições, sendo duas nas águas das ilhas Lizard e Heron, parte da Grande Barreira de Coral, e uma no Recife de Ningaloo, na costa noroeste do país.   Milhares de amostras foram coletadas durante as viagens de pesquisa, de três semanas cada, e que ocorreram entre abril e setembro.   "As pessoas vêm trabalhando nesses lugares há muito tempo, e ainda há, literalmente, centenas e centenas de novas espécies que ninguém nunca coletou ou descreveu", disse Julian Caley, cientista do Instituto Australiano de Ciências Marinhas.   Pesquisadores de diversos museus australianos já iniciaram a complexa tarefa de trabalhar com as amostras para fazer o registro genético e a taxonomia. A tarefa deverá levar anos.

Mais conteúdo sobre:
austráliarecifesvida marinha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.