Indraneil Das//Reuters
Indraneil Das//Reuters

Descoberta rã do tamanho de uma ervilha na Ilha de Bornéu

Animal tinha sido calssificado erroneamente como filhote de outra espécie

REUTERS, REUTERS

25 de agosto de 2010 | 18h40

Cientistas descobriram uma rã do tamanho de uma ervilha, a menor já encontrada  na Ásia, na Ilha de Bornéu.

 

Machos adultos da minúscula espécie têm de 10,6 a 12,8 milímetros, e o anfíbio foi batizado Microhyla nepenthicola, com base no nome da planta em que vive, de acordo com a revista especializada Zootaxa.

 

O pesquisador Indraneil Das, do Instituto de Biodiversidade e Conservação da Universidade Malaysia Sarawak disse que a subespécie havia sido originalmente identificada de forma errônea em museus. 

 

"Cientistas supostamente acreditavam que se tratava de indivíduos jovens de uma outra espécie, mas na verdade são adultos de uma espécie nova", disse ele.

 

Das publicou o artigo que descreve a rã em parceira com Alexander Haas, da Alemanha.

 

As minúsculas rãs foram encontradas na beira de uma estrada que leva ao pico da montanha Gunung Serapi, no Parque Nacional de  Kubah, no estado de Sarawak da Malásia.

 

Os cientistas dizem que rastrearam as rãs pelo canto, que começa ao pôr-do-sol.

 

A descoberta é parte de uma busca global executada pela Conservação Internacional e pela União Internacional para a Conservação da natureza a fim de "redescobrir" 100 espécies perdidas de anfíbios.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.