Cota para pesca de atum azul será reduzida em 2010

União Europeia, EUA e Japão deverão limitar a captura do peixe em 13,5 mil toneladas por ano

AP,

16 Novembro 2009 | 15h26

A Comissão Internacional para a Conservação de Atuns anunciou nesta segunda-feira, 16, que 45 países entraram em acordo para reduzir a pesca do atum azul a partir de 2010. Segundo especialistas, o atual ritmo da captura da espécie poderia provocar sua extinção em algumas décadas. O anúncio foi feito após convenção internacional realizada pela entidade no Recife, em Pernambuco.

 

Um representante da União Europeia afirmou que a decisão atinge os países do bloco, Estados Unidos e Japão, que deverão limitar a pesca do atum azul em 13,5 mi toneladas em 2010.

 

Criada no Brasil, a Comissão Internacional para a Conservação de Atuns surgiu para regular a pesca da espécie, mas nos últimos anos não conquistava resultados expressivos. Apesar da queda de 28,5 mil toneladas para 22 mil toneladas em 2009, cientistas alertam que a cota ainda está 7 mil toneladas acima do limite projetado para evitar a extinção do atum azul.

Mais conteúdo sobre:
atum azulcotapesca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.