Greenpeace/Reuters
Greenpeace/Reuters

Conter vazamento de óleo pode levar 90 dias, afirma governo dos EUA

Obama afirmou que enviou equipes para o Golfo do México para inspecionar todas as plataformas

AE, Agência Estado

30 Abril 2010 | 13h44

O governo dos Estados Unidos estima que poderá levar até 90 dias para conter o vazamento de óleo resultante de uma explosão de uma plataforma da petroleira British Petroleum (BP) no Golfo do México.

 

Veja também:

linkObama mantém exploração de óleo no mar, mas cobra novas tecnologias 

linkBP diz que arcará com todos os danos provocados pelo vazamento

linkMancha de óleo chega à costa dos Estados Unidos

mais imagens Veja imagens do vazamento de petróleo nos EUA

especialPrincipais vazamentos de petróleo no mundo e nos Estados Unidos  

 

A plataforma submersa, de propriedade da empreiteira Transocean e contratada pela BP, está vazando cerca de 5.000 barris de petróleo por dia. A enorme mancha de óleo já chegou ao longo da costa da Louisiana.

Nesta sexta-feira, 30, o presidente dos EUA, Barack Obama, afirmou que enviou equipes para o Golfo para inspecionar todas as plataformas de petróleo em águas profundas por causa de possíveis irregularidades.

 

A declaração ocorre um dia após o governo intensificar sua resposta ao derramamento que ameaça causar grandes danos econômicos e à vida de animais selvagens ao longo da costa do Golfo, e poderá se tornar o maior derramamento de petróleo na história.

Obama disse que pediu ao secretário do Interior, Ken Salazar, para fazer um relatório em 30 dias sobre "se precauções e tecnologias adicionais devem ser exigidas para evitar que acidentes como esse aconteçam novamente". As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
EUA ambiente vazamento óleo governo

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.