Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Compromisso que constrói o futuro
Conteúdo Patrocinado

Compromisso que constrói o futuro

Whirlpool apresentou suas ações em ESG durante o Summit Estadão

Whirlpool, Estadão Blue Studio
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

27 de junho de 2021 | 07h07

“As empresas não podem mais olhar só para dentro. Precisam contribuir com o todo da sociedade”, disse a presidente da Whirlpool no Brasil, Andrea  Salgueiro Cruz Lima, durante o painel “Consumidores estão  preocupados com isso?” no evento. A executiva chamou a atenção para a crescente expectativa de atuação social que tem sido direcionada à iniciativa privada diante da queda de credibilidade dos governos e  de outras instituições. Esse fenômeno, global, reforça a tendência de valorização de marcas que demonstram ter compromissos éticos, sociais e ambientais. 

Líder mundial em eletrodomésticos de cozinha e lavanderia, a Whirlpool mantém iniciativas como o Instituto Consulado da Mulher – que, vinculado à marca Consul, apoia o empreendedorismo feminino. Desde que foi criado, há quase duas décadas, o Instituto já assessorou mais de 800 negócios liderados por  mulheres, beneficiando 36 mil pessoas em 23 unidades da Federação. Dentro da companhia, as mulheres representam hoje 49% do quadro total e ocupam 43% dos cargos de gerência e gerência sênior. O Programa Global de Ética e Compliance da empresa inclui a permanente capacitação  em torno do tema e a ampla divulgação do Manual de Integridade. São mais de 20 horas de treinamentos obrigatórios sobre ética por ano, para 100% dos colaboradores. A companhia também assumiu recentemente o compromisso de se tornar Net Zero até 2030 – ou seja, zerar as emissões de gases causadores do efeito estufa em todas as suas fábricas ao redor do planeta.

Representação da sociedade

A diretora de Qualidade  Corporativa e Sponsor do Grupo de Diversidade Racial da Whirlpool, Alexandra Oliveira, participou de outro painel do Summit, ao lado do diretor de ESG da empresa, Douglas Reis. Com o título “ESG é sobre pessoas”, o painel foi uma oportunidade para apresentar iniciativas de inclusão e diversidade da companhia. “Buscamos a representação da sociedade brasileira, reproduzindo dentro da empresa a diversidade que encontramos fora dela. Essa é uma das maiores riquezas do nosso país”, disse Alexandra. 

Ao tratar da área ambiental, Douglas lembrou que a sustentabilidade faz parte da estratégia corporativa da Whirlpool há décadas – a empresa foi pioneira ao criar, há mais de 15 anos, um Comitê de Sustentabilidade. A organização mantém 370 mil m2 de áreas de proteção ambiental no Brasil, com mais de 1.370 espécies de animais e três dos principais biomas brasileiros: Mata Atlântica, Cerrado e Amazônia.

A Whirlpool atingiu no Brasil e meta de zero resíduos para aterro já em 2015, e seu  programa de gestão hídrica alcançou a marca de 98% de recirculação de água no processo produtivo, projeto reconhecido com o primeiro lugar no Prêmio da Agência Nacional de Águas (ANA) em 2021. 

O diretor de ESG lembrou também o conjunto de ações desenvolvidas pela companhia para combater os efeitos da pandemia de covid-19. Esse trabalho envolveu investimentos de quase R$ 10 milhões em diversas frentes, como a produção de respiradores e a doação de alimentos, equipamentos de proteção individual e de 20 freezers de alta performance para a conservação de vacinas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.