Colisão de petroleiro causa vazamento no Golfo do México

O cargueiro Krymsk, de 250 metros e de bandeira liberiana, colidiu com o navio de abastecimento AET Endeavor

REUTERS

21 Outubro 2009 | 18h18

Um petroleiro colidiu com um navio de abastecimento no litoral do Texas na manhã desta quarta-feira, derramando 68.140 litros de óleo combustível no Golfo do México, informou a Guarda Costeira dos Estados Unidos.

"O vazamento foi controlado e não há feridos em ambos os navios", informou a Guarda Costeira em comunicado.

O cargueiro Krymsk, de 250 metros e de bandeira liberiana, colidiu com o navio de abastecimento AET Endeavor, danificando um dos dois tanques de combustível do Krymsk e causando o vazamento.

A tripulação transferiu o combustível restante para o tanque não danificado, afirmou a Guarda Costeira.

O incidente ocorreu a cerca de 65 quilômetros de Galveston, Texas, e não deve afetar o trânsito de navios perto da costa do Golfo do México, informaram a Guarda Costeira e operadores de navios.

Trabalhos de limpeza serão iniciados ainda nesta quarta-feira, quando uma aeronave DC-3 despejará dispersantes na área afetada, disse um porta-voz da Guarda Costeira.

O vazamento de cerca de 18.000 galões de óleo combustível, usado no abastecimento do Krymsk, é relativamente pequeno e deve ser diluído rapidamente, informaram fontes de transporte.

(Reportagem de Joshua Schneyer e Bruce Nichols)

Mais conteúdo sobre:
AMBIENTE ACIDENTE VAZAMENTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.