Cientistas querem montar centro mundial de previsão do tempo

No entanto, ainda há muitos problemas pelo caminho, como financiamento e potência disponível de máquinas

Agências Internacionais

08 de maio de 2008 | 18h53

Um grupo de cientistas de diversos países planeja construir um centro global de computadores para fornecimento de previsões do tempo detalhadas e de futuras mudanças climáticas, diz a NewScientist. No entanto, ainda há muitos problemas pelo caminho. O financiamento bilionário, além da falta de potência de computadores disponível - eles calculam precisar de 100 petaflops, duas mil vezes mais do que o disponível hoje -, não parecem ter solução próxima. Além disso, há um forte movimento de oposição ao plano que argumenta que talvez os cientistas não tenham como prever secas, furacões, el niños e outros fenômenos por falta de controle de diversas variantes, como o real efeito dos gases estufa. O grupo de cientistas adimite que precisa melhorar seus modelos de previsão.

Tudo o que sabemos sobre:
mudança climáticaprevisão do tempo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.