Chineses estudam implante de lentes nos olhos de pandas

Primeiro beneficiado será um panmda idoso que é cego de um olho e tem catarata no outro

EFE,

27 Fevereiro 2009 | 17h07

Médicos chineses estudam a possibilidade de implantar lentes corretoras em pandas com dificuldades de visão, uma operação comum em seres humanos mas que nunca foi realizada em um desses animais, informa a agência oficial de notícias Xinhua.   A iniciativa está a cargo de uma equipe de cirurgiões dirigida pelo oftalmologista Meng Yongan, que em dezembro já havia operado o panda Xiaoming, que sofre de cataratas. A cirurgia não foi um sucesso. Meng, que já operou mais de 3 mil seres humanos, reconheceu que, na intervenção, tentou implantar lentes nos olhos do animal, mas sem êxito. Ele explica que foram usadas lentes do mesmo tipo utilizado em cirurgias em seres humanos, mas percebeu que o panda precisava de lentes especiais, que serão fabricadas por uma empresa estrangeira.   Xiaoming, que tem mais de 20 anos - o equivalente a um sexagenário humano - será provavelmente o primeiro panda  a receber a lente especial,  uma vez que seja entregue, testada e aprovada. O animal vivia na natureza até 2007, quando foi levado a uma reserva, mostrando sinais de fraqueza, cego do olho direito e com catarata no esquerdo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.