China terá mapa com áreas de risco de desastres naturais

Projeto pretende assessorar planejamento urbano e prevenir perdas em inundações e terremotos

Efe

23 de setembro de 2010 | 11h00

PEQUIM - A China vai elaborar um mapa nacional estabelecendo as zonas de maior risco de problemas causados por desastres naturais, visando assessorar o planejamento urbano e prevenir grandes número de mortes em terremotos, inundações e outras catástrofes, informou nesta quinta-feira, 23, a agência oficial "Xinhua".

 

Os trabalhos para a criação deste mapa foram iniciados em agosto, segundo o diretor de atenção a desastres naturais do ministro chinês de Assuntos Civis, Zou Ming.

 

O mapa ajudará a planejar cidades e bairros futuros, evitando zonas de alto risco que podem sofrer terremotos, inundações, tufões ou deslizamentos de terra, que frequentemente atingem a China e que este ano foram especialmente fatais para o país.

 

Grandes desastres naturais como os terremotos de Wenchuan e Yushu (em 2008 e 2010) e o desmoronamento que soterrou a localidade de Zhouqu em agosto motivaram a criação do projeto.

 

As três regiões afetadas por esses desastres estão no oeste da China, com menor densidade populacional que o leste, mas menos desenvolvido e mais sensível às catástrofes naturais, e que por isso será um dos locais onde o mapa será mais útil, segundo a "Xinhua".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.