Chegada de pandas da China ao Japão agita o país

Xiannu e Bili, de 5 anos de idade, chegaram nesta terça-feira, 22, ao zoológico Ueno, em Tóquio

Reuters

22 de fevereiro de 2011 | 10h28

 

 

TÓQUIO - A febre dos pandas continua tomando conta do Japão depois da chegada a Tóquio de mais uma dupla de pandas gigantes vindos da China.

Xiannu e Bili, de 5 anos de idade, chegaram nesta terça-feira ao zoológico Ueno, em Tóquio, após uma viagem de quase 4.000 quilômetros que teve início na província chinesa de Sichuan. Quase 200 jornalistas estavam a postos para receber os animais.

"Quando o primeiro panda chegou ao Japão, em 1972, veio aqui para Ueno", disse o diretor do zoo, Teruyuki Komiya. "Como já faz tempo que não havia pandas em Ueno, muita gente queria ver um panda de novo."

 

O último panda desse zoológico, Ling Ling, morreu em 2008, mas há pandas em outros zoológicos do Japão.

Os programas matinais de TV deram ampla cobertura ao desembarque dos pandas, incluindo imagens de um avião especial, pintado em padrões preto e branco. "Bem vindos ao Japão, queridos pandas", dizia um cartaz empunhado por funcionários do aeroporto.

Mas os pandas propriamente ditos não deram as caras. Só foi possível ver, de longe, a cabeça de um deles dentro de uma jaula, no momento da transferência do avião para um caminhão.

A presença de pandas no Japão costuma ser vinculada ao estado das relações do país com a vizinha China, que eventualmente passa por momentos de tensão devido a questões como o passado belicista japonês e disputas por ilhas.

Tudo o que sabemos sobre:
pandas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.