Chega a 34 o número de mortos por chuvas no Nordeste

As inundações e transbordamentosde rios registrados no Nordeste do Brasil deixaram pelo menos34 mortos até terça-feira. Cerca de 190 mil pessoas foramatingidas e teme-se que a situação estimule a proliferação dedoenças, disseram autoridades. O secretário nacional de Defesa Civil, Roberto Guimarães,iniciou uma visita a quatro cidades do Maranhão, um dos Estadosmais afetados por um mês de chuvas intensas. No Maranhão, onde mais de 55 mil pessoas foram afetadas em86 municípios, as inundações já mataram 4 pessoas e deixaramuma desaparecida, disse a Defesa Civil do Estado. Na Paraíba, onde subiu para 75 o número de municípioscastigados pelo desastre, até a tarde de segunda-feira foramcontabilizados 25 mortos, e 11.800 pessoas tiveram de deixarsuas casas. Além das 1.140 casas destruídas ou danificadas, 29 estradasestaduais funcionavam de forma precária e seis tiveram acirculação interrompida. No Ceará, as inundações deixaram pelo menos 4 mortos. Maisde 142 mil pessoas foram atingidas e 5.200 famílias deixaramsuas casas, informou por telefone um porta-voz da Defesa Civildo Estado. No Pernambuco, 31 municípios foram afetados pelasinundações e 22 decretaram estado de emergência assim que aschuvas mataram duas pessoas e prejudicaram mais 25 mil, disseum porta-voz do governo. As chuvas, que não costumam ser fortes na região acostumadaàs secas periódicas, também derrubaram pontes e causaram danosem estradas. Além de temer a proliferação de doenças, os Estadosnordestinos temem grandes perdas nas colheitas --eles jácomeçaram a oferecer assistência a agricultores. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu nasegunda-feira com oito governadores para saber as necessidadesda região e liberou 540 milhões de reais para socorrer asvítimas das enchentes. Os Estados também começaram a trabalhar para conceder aosagricultores atingidos pelas chuvas um seguro de safranormalmente aplicado em períodos de seca. O ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima,disse que o presidente quer a colaboração da população paracombater o mosquito transmissor da dengue. (Reportagem de Julio Villaverde)

REUTERS

08 de abril de 2008 | 16h50

Tudo o que sabemos sobre:
CLIMALLUVIAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.