Ints Kalnins/REUTERS
Ints Kalnins/REUTERS

Chávez: COP é reflexo de 'ditadura imperialista'

Presidente venezuelano discursou na 1ª sessão da reunião de alto nível, que reunirá 119 chefes de Estado

Efe

16 Dezembro 2009 | 12h32

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, afirmou hoje, em Copenhague, que os processos "injustos" da cúpula da ONU sobre mudança climática (COP-15), que provocaram as críticas dos países em desenvolvimento, são um "reflexo da ditadura imperialista mundial".

 

Chávez discursou na primeira sessão da reunião de alto nível, que reunirá nos dois próximos dias 119 chefes de Estado e de Governo na cúpula em Copenhague.

 

O presidente venezuelano acusou os países ricos de "irresponsabilidade e falta de vontade política" para alcançar um acordo, e criticou que o "destrutivo modelo capitalista está erradicando a vida".

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.