Casa Branca vai triplicar financiamento à energia nuclear

As garantias de empréstimos no valor de US$ 54 bilhões serão anunciadas na apresentação do orçamento

Reuters,

29 Janeiro 2010 | 18h06

A proposta de orçamento do presidente Barack Obama triplica as garantias do governo para empréstimos destinados à construção de novos reatores nucleares, disse um representante da administração federal americana. A decisão deverá seduzir alguns congressistas do partido Republicano, que pleiteiam um papel maior para a energia nuclear no combate ao aquecimento global.

 

Obama defende energia limpa para gerar empregos

Obama privatizará acesso ao espaço e abandonará volta à Lua

 

As garantias de empréstimos no valor de US$ 54 bilhões, que se seguem ao compromisso assumido por Obama, em seu discurso sobre o estado da União, de prestigiar a energia nuclear, serão anunciadas como parte da proposta orçamentária do governo para 2011, que chega ao Congresso na segunda-feira, 1º.

 

No discurso feito na quarta-feira, Obama pede ao Congresso que aprove uma ampla lei sobre geração de energia e mudança climática, com incentivos para que a energia limpa se torne lucrativa. "E isso significa construir uma nova geração de usinas nucleares limpas e seguras neste país", disse ele.

"Reativar a indústria nuclear é uma parte essencial de nossa resposta à mudança climática", disse o secretário de Energia dos EUA, Steven Chu.

 

Obama não está esperando que o Congresso aja para deter a mudança climática: numa ordem executiva baixada nesta sexta, o presidente determinou que as emissões de gases causadores do efeito estufa pelo governo caiam 28% até 2020.

Mais conteúdo sobre:
energia nuclear aquecimento global obama

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.