AP
AP

Carro movido a resíduos de chocolate deve chegar a 233km/h

Cientistas dizem que carro é mais rápido quando usa biocombustíveis e que é feito de materiais biodegradáveis

AP,

05 Maio 2009 | 17h21

Cientistas revelaram nesta terça-feira, 5, que esperam produzir o veículo movido a biocombustível mais rápido do mundo, movido a resíduos de fábricas de chocolate e fabricado parcialmente com fibras vegetais.

 

Os idealizadores esperam que o carro chegue a 233 quilômetros por hora e dão ideias aos fabricantes sobre como construir veículos que não prejudiquem o meio ambiente.

 

O carro funciona com óleos vegetais e resíduos de chocolate que foram transformados em biocombustíveis. O volante é feito de fibras derivadas de cenouras e outros vegetais e o assento é feito de fibra de vidro e espuma de óleo de soja. Sua estrutura também é feita de fibras vegetais.

 

Cientistas da Universidade de Warwick dizem que seu carro é mais rápido quando usa biocombustíveis e que é feito de materiais biodegradáveis. Ele foi construído segundo as especificações da Fórmula 3 sobre o tamanho, peso e performance dos carros. No entanto, suas afirmações ainda não podem ser verificadas independentemente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.