Cantareira e várzea do Tietê são alvo de ação

Polícia Ambiental de SP já aplicou cerca de R$ 230 mil em multas

Afra Balazina e Andrea Vialli, O Estado de S. Paulo

12 Julho 2010 | 10h58

A Polícia Ambiental de São Paulo aplicou até agora cerca de R$ 230 mil em multas na operação chamada de 7 de Julho. A ação se concentra na Serra da Cantareira e na região da Área de Proteção Ambiental (APA) Várzea do Rio Tietê, que começa na zona leste de São Paulo e se estende por diversos municípios.

 

Entre as irregularidades mais comuns estão as queimadas. Em vários locais, como em Itaquaquecetuba, foi observado despejo de lixo e entulho, o que prejudica a regeneração natural da vegetação.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.