Califórnia estuda lei para funeral ‘verde’

No lugar da cremação, proposta é utilizar processo químico que dissolve corpos e reduz emissão de gases-estufa

Afra Balazina e Andrea Vialli, O Estado de S. Paulo

06 Maio 2010 | 10h12

Os empresários do ramo funerário da Califórnia estão ávidos para implementar uma tecnologia menos poluente para dispor os cadáveres.

 

No lugar da cremação, a proposta é utilizar um processo químico que dissolve os corpos, conhecida como hidrólise alcalina, que reduz a emissão de gases-estufa.

 

Mas é preciso alterar a lei estadual para adotar a tecnologia. O deputado republicano Jeff Miller já propôs um projeto de lei para permitir a técnica.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.