Divulgação
Divulgação

Butantan anuncia nove espécies de aranhas-caranguejeiras

Suspeitava-se que uma das espécies já estava extinta

O Estado de S.Paulo

01 Novembro 2012 | 02h05

Uma pesquisa do Instituto Butantan descobriu quatro espécies de aranhas-caranguejeiras do gênero Typhochlaena, cujos indivíduos vivem em árvores e eram suspeitos de terem sido extintos.

No total, o estudo coordenado pelo aracnólogo Rogério Bertani identificou nove espécies novas, coletadas nos biomas Mata Atlântica, Cerrado e Caatinga.

A descoberta foi publicada na última edição da revista científica Zookeys e inclui ainda os gêneros Pachistopelma e Iridopelma. Segundo o pesquisador, além de bastante coloridas, estão entre as menores caranguejeiras arborícolas do mundo.

Mais conteúdo sobre:
aranhascaranguejeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.