Brasil não pensa em exportar água, apesar de grande reserva

País tem mais de 12% da água doce do planeta e sofre com uma má distribuição dos recursos hídricos

Efe

11 Agosto 2008 | 14h26

Mais de 12% da água doce do planeta está no Brasil, mas é "uma ilusão" acreditar que há recursos hídricos suficientes para exportá-los para outros países, afirma a coordenadora de Recursos Hídricos da Secretaria estadual do Meio Ambiente de São Paulo, Rosa Maria Manzini.   Em declarações à Agência Efe, Manzini destacou a importância de prevenir possíveis problemas em relação ao consumo de água e de fazer uma gestão integral deste recurso.   Manzini participou nesta segunda-feira, 11, de um fórum de debate durante a Exposição Internacional de Zaragoza, dedicada à água e ao desenvolvimento sustentável, dentro da chamada Semana do Brasil, que vai até quarta-feira.   "É uma ilusão pensar que o Brasil tem muita água e que há para todos", disse Manzini, que acrescentou que o Brasil sofre de uma má distribuição dos recursos hídricos.   Manzini reivindicou uma revisão integral das políticas de gestão das bacias hidrográficas e do litoral, já que é "importante que a gestão da região litorânea esteja integrada à das bacias".

Mais conteúdo sobre:
água meio ambiente Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.