Tasso Marcelo/AE
Tasso Marcelo/AE

Brasil entrega 'soberania' da sede da conferência Rio+20 à ONU

Na cerimônia as bandeiras da ONU, do Brasil e outra com o logotipo da Rio+20 foram hasteadas; conferência acontecerá entre 20 e 22 de junho no 20º aniversário da Cúpula da Terra de 1992

Efe,

05 Junho 2012 | 14h52

 O Brasil entregou nesta terça-feira, 5, à Organização das Nações Unidas, em um ato simbólico, a soberania do centro de convenções Riocentro, no Rio de Janeiro, onde será realizada a Conferência sobre Desenvolvimento Sustentável Rio+20 em duas semanas.

Na cerimônia as bandeiras da ONU, do Brasil e outra com o logotipo da Rio+20 foram hasteadas. A conferência acontecerá entre 20 e 22 de junho no 20º aniversário da Cúpula da Terra de 1992, que ocorreu no mesmo local do Rio de Janeiro.

Aproximadamente 100 chefes de Estado e de Governo, além de 50 mil delegados de pelo menos 176 países participarão do evento. A Rio+20 pretende dar um novo impulso às agendas do meio ambiente e de redução da pobreza, abordando temas como o conceito de economia verde e a possibilidade de reformar os organismos da ONU dedicados ao desenvolvimento sustentável.

Com o ato de entrega da soberania, a ONU passa a tramitar a organização e a segurança interna do centro de convenções, no bairro de Jacarepaguá, cerca de 40 quilômetros do centro do Rio de Janeiro, até o dia 23, um dia depois do encerramento da conferência.

O Riocentro possui 100 mil metros quadrados, uma área quatro vezes maior à utilizada na Cúpula da Terra, e abrigará 14 salas de conferências e um salão de plenárias com capacidade para 2,5 mil pessoas.

Em paralelo à entrega de soberania, as autoridades brasileiras iniciaram nesta terça o plano de segurança, no qual vão trabalhar 15 mil policiais.

Além da conferência, a Rio+20 vai contar com centenas de outras atividades, que vão começar no próximo dia 13 em diversos pontos da cidade. O evento paralelo mais importante é a chamada Cúpula dos Povos, que reunirá cerca de 20 mil militantes de organizações e movimentos sociais, segundo seus organizadores.

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
Rio 20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.