Reuters
Reuters

BP tapa um dos 3 vazamentos de óleo no Golfo do México

Apesar do fechamento, quantidade total de óleo lançado no mar não diminui

Gabriel Bueno, da Agência Estado

05 Maio 2010 | 10h46

NOVA ORLEANS - A companhia de petróleo BP PLC fechou o menor dos três vazamentos de óleo no Golfo do México, disseram funcionários nesta quarta-feira, 5. Isso, porém, não alteará a quantidade total de óleo lançado no mar, explicaram as fontes.

 

Veja também:

linkMilhares de voluntários se preparam para limpar petróleo na costa dos EUA

linkTempo calmo ajuda a limpar Golfo do México

linkApós acidente nos EUA, Rio mapeará risco em plataformas na sua costa

mais imagens Golfo do México: natureza ameaçada 

 

"A BP conseguiu tapar um dos três vazamentos, portanto não há mais fluxo (nesse ponto) e agora estamos apenas trabalhando com dois vazamentos, o que torna a mitigação da situação um pouco menos complicado", afirmou o porta-voz da Guarda Costeira dos EUA Brandon Blackwell.

 

A informação sobre a contenção de um dos vazamentos também foi confirmada no site da Administração Nacional Atmosférica e Oceânica (NOAA, na sigla em inglês).

 

"Nós estamos esperando que o fluxo permaneça o mesmo, apesar de restarem apenas dois vazamentos", disse Blackwell. "Trabalhar agora com dois vazamentos é muito mais fácil do que com três. Está havendo progresso", garantiu o porta-voz.

 

A BP trabalhava havia dias para elaborar uma válvula capaz de fechar o vazamento no menor dos buracos. Funcionários dizem que a mesma técnica não pode ser usada para fechar os vazamentos restantes, pois eles são muito maiores.

 

Duas semanas após a explosão da plataforma Deepwater Horizon, que iniciou o vazamento, o impacto total do desastre ainda está sendo estimado. Há uma grande mancha de óleo na costa do Golfo, ameaçando matar muitos animais e prejudicar as vidas das comunidades da costa norte-americana.

 

A plataforma naufragou em 22 de abril. A explosão inicial, dois dias antes, matou 11 funcionários. Após o acidente, começou a vazar cerca de 5 mil barris de óleo por dia. A BP prepara um "domo" de metal de 98 toneladas para restringir a área afetada pelo óleo. Esse material seria então sugado por um grande navio. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.