BP doa US$ 52 milhões para saúde mental

A British Petroleum (BP) concordou em doar US$ 52 milhões para programas federais e estaduais de saúde mental nos quatro Estados americanos afetados pelo vazamento de petróleo no Golfo do México. “Percebemos que existe um alto grau de stress e ansiedade na região”, afirmou em nota o presidente da BP nos Estados Unidos, Lamar McKay.

O Estado de S. Paulo

17 de agosto de 2010 | 08h59

 

De acordo com Ed Le Grand, diretor executivo da Agência de Saúde Mental do Mississippi, muitas pessoas da região estão sofrendo de distúrbios de ansiedade, de uso de drogas e alcoolismo por causa dos prejuízos à economia local causados pelo vazamento. “As indústrias da pesca e do turismo foram seriamente afetadas. Muitos continuam desempregados”, disse Le Grand. Os recursos serão divididos entre as agências de saúde dos Estados afetados pelo desastre ambiental.

Tudo o que sabemos sobre:
planetameio ambientepetróleoBP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.