BP compra palavras referentes a vazamento no Google e no Yahoo!

De acordo com petrolífera, objetivo é aumentar exposição de seus esforços para conter o derramamento

Ricardo Gozzi, Agência Estado

10 Junho 2010 | 18h03

A British Petroleum confirmou nesta quinta-feira a compra de termos de busca em inglês nos sites de pesquisa Google e Yahoo! relacionados ao vazamento de petróleo em andamento no Golfo do México.

 

De acordo com a petrolífera britânica, o objetivo da ação é aumentar a exposição de seus esforços para conter um derramamento iniciado em abril e que, com o passar das semanas, tornou-se o pior desastre ambiental da história dos Estados Unidos.

 

Já os críticos denunciam que a verdadeira intenção da British Petroleum seria dificultar o acesso a notícias negativas sobre o tema quando os resultados de busca aparecerem na tela do internauta.

 

A BP não revelou quanto pagou pela compra de palavras em inglês relacionadas ao vazamento de petróleo nos mecanismos de busca Google e Yahoo!.

 

Com a compra dos termos de busca, quando o internauta pesquisa, por exemplo, "BP oil spill" (termos em inglês para "BP vazamento de petróleo") os primeiros resultados disponíveis na tela o direcionam a páginas da petrolífera.

 

A BP sido alvo de críticas públicas de autoridades nos Estados Unidos. O próprio presidente norte-americano, Barack Obama, disse que quer "apenas saber qual traseiro deve chutar" e criticou a petrolífera por gastar dezenas de milhões de dólares em publicidade e ações de marketing para limitar os danos a sua imagem derivados do vazamento.

 

As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.