Bombeiro ressuscita gato com respiração boca-a-boca

Nenhum ser humano se feriu no incêndio, que ocorreu em uma cidade dos Estados UNidos

AP,

10 Setembro 2008 | 19h48

Um gato sortudo deve uma de suas sete vidas a um bombeiro que o ressuscitou um respiração boca-a-boca. Al Machado havia resgatado o gato de um apartamento em chamas da terça-feira, 9, e disse ao jornal The Standard Times of New Bedford que notou imediatamente que o animal precisava de ar.     Machado iniciou o boca-a-boca no felino assim que chegou ao lado de fora do imóvel. Vídeo feito no local mostra Machado curvado, assoprando na boca do gato várias vezes. O gato, um angorá, reviveu e aparece descansando confortavelmente pouco depois.   Nenhum ser humano se feriu no incêndio. Um homem e uma mulher que haviam morado no local foram presos e acusados de incêndio criminoso, informaram as autoridades.   Dois outros gatos morreram no apartamento, mas dois cães foram salvos com a ajuda de oxigênio trazido por paramédicos e equipes de resgate animal. Animais de estimação dos demais andares do prédio - incluindo um furão e algumas rãs - também foram salvos.   Perguntado sobre qual o sabor da boca do gato, o bombeiro fez uma careta e disse: "Pêlo".

Mais conteúdo sobre:
bombeiros gato

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.