Adema/Governo de Sergipe
Manchas de óleo apareceram no litoral de Sergipe, nos municípios de Pacatuba e Pirambu. Adema/Governo de Sergipe

Bolsonaro não descarta que óleo no Nordeste tenha sido ação criminosa

Presidente ponderou, porém, que as investigações ainda estão em curso e evitou comentar sobre envolvimento de outros países

Mariana Haubert, O Estado de S.Paulo

08 de outubro de 2019 | 10h00

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta terça-feira, 8, que há a possibilidade de que o derramamento de óleo em praias do Nordeste tenha sido criminoso. Ele, no entanto, ponderou que as investigações ainda estão em curso e evitou comentar sobre o envolvimento de outros países.

"Não quero gerar um problema com outros países", disse o presidente ao deixar o Palácio da Alvorada em direção ao Palácio do Planalto. "É um volume que não está sendo constante. Se fosse um navio que tivesse afundado, estaria saindo ainda óleo. Parece que criminosamente algo foi despejado lá."

O presidente afirmou que não há prazo para o fim das investigações e apontou dificuldades para se chegar a conclusões.

"A densidade é um piche, um pouco maior que a densidade da água salgada. Então, não fica na superfície. Ele fica submerso. Esse é outro problema que estamos enfrentando lá", disse.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, acompanhou Bolsonaro na saída do Alvorada. Salles afirmou que o fluxo de óleo está em um movimento constante de ser levado para a costa e depois para o mar, o que dificulta o recolhimento do material.

"Nosso papel é agir rápido como tem sido feito para retirar o que está em solo, mas também aprofundar a investigação para descobrir a origem", disse Salles.

Para Entender

Entenda o vazamento de petróleo nas praias do Nordeste

Óleo se espalha pelos 9 Estados da região. O poluente foi identificado em uma faixa de mais de 2 mil quilômetros da costa brasileira

Nesta segunda-feira, 7, o ministro afirmou que mais de 100 toneladas de borra de petróleo já foram recolhidas nas praias do Nordeste - a maior parte (cerca de 58 toneladas) no Estado de Sergipe. Manchas de óleo, ainda de origem desconhecida, já foram identificadas em pelo menos 132 pontos do litoral desde o começo de setembro, em 61 cidades dos nove Estados do Nordeste.

Na rápida fala desta terça, Bolsonaro voltou a criticar a imprensa. Ele encerrou abruptamente a entrevista coletiva ao ser questionado sobre a ação do Ministério Público Federal (MPF) que apontou um quadro generalizado de tortura em presídios do Pará que passaram a ser controlados por uma força-tarefa autorizada pelo Ministério da Justiça. A informação foi publicada neste terça pelo jornal O Globo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Veja a lista de praias e outros pontos atingidos pelo óleo no Nordeste

Ao todo, 138 localidades foram afetadas em 62 cidades dos 9 Estados da região; confira a relação por unidade federativa

Felipe Cordeiro, O Estado de S.Paulo

08 de outubro de 2019 | 11h30
Atualizado 09 de outubro de 2019 | 10h09

SÃO PAULO - O vazamento de petróleo cru pelo litoral do Nordeste já atingiu os nove Estados da região. O poluente foi encontrado em uma faixa de mais de 2 mil quilômetros da costa brasileira. Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), até esta terça-feira, 8, já foram identificados 138 localidades afetadas pelo problema, entre elas famosas praias nordestinas, como FrancêsPipa e Porto de Galinhas.

A relação inclui pontos em 62 municípios da região.

Veja a lista, por Estado, das 132 localidades atingidas pelo óleo no Nordeste:

Alagoas

  • Piaçabuçu (1)
  • Piaçabuçu (2)
  • Coruripe
  • Paripueira 
  • Praia do Gunga (1) - Roteiro
  • Praia do Gunga (2) - Roteiro
  • Barra de Santo Antônio
  • Loteamento Encontro do Mar - Marechal Deodoro
  • Barra de São Miguel
  • Praia do Francês - Marechal Deodoro
  • Praia do Carro Quebrado - Passo de Camaragibe
  • Pajuçara/Ponta Verde - Maceió
  • Praia de Japaratinga - Japaratinga
  • Ipioca - Maceió

Bahia

  • Conde (1)
  • Conde (2)
  • Conde (3)
  • Mangue Seco - Jandaíra
  • Jandaíra (1)
  • Jandaíra (2)
  • Mamucabo - Esplanada
  • Foz do Rio Inhampube - Esplanada
  • Foz do Rio Subaúma - Esplanada
  • Baixio - Esplanada 

Para Entender

Entenda o vazamento de petróleo nas praias do Nordeste

Óleo se espalha pelos 9 Estados da região. O poluente foi identificado em uma faixa de mais de 2 mil quilômetros da costa brasileira

Ceará

  • Lagoinha - Paraipaba
  • Pontal de Maceió - Fortim
  • Sabiaguaba - Fortaleza
  • Malhada - Jijoca de Jericoacoara
  • Praia de Taíba (1) - São Gonçalo do Amarante
  • Praia de Taíba (2) - São Gonçalo do Amarante
  • Paracuru
  • Praia da Prainha - Aquiraz
  • Barra de Sucatinga - Beberibe
  • Morro Branco - Beberibe

Maranhão

  • Avenida Litorânea - São Luís
  • Travosa - Santo Amaro do Maranhão
  • Praia da Mamuna - Alcântara 
  • Santo Amaro do Maranhão
  • Ilha do Livramento - Alcântara
  • Praia de Itatinga - Alcântara
  • Praia Canto do Atins (1) - Barreirinhas
  • Praia do Barro Vermelho - Paulino Neves
  • Ilha dos Poldros - Ilha Grande
  • Praia Canto do Atins (2) - Barreirinhas
  • Ilha dos Poldros - Araioses 

Paraíba

  • Praia do Amor - Conde 
  • Barra do Rio Camaratuba - Mataraca
  • Oiteiro - Rio Tinto
  • Lagoa de Praia - Rio Tinto
  • Campina - Rio Tinto
  • Barra do Mamanguape - Rio Tinto
  • Praia de Jacumã - Conde 
  • Praia de Camboinha - Cabedelo
  • Praia do Poço - Cabedelo
  • Intermares - Cabedelo
  • Cabo Branco - João Pessoa
  • Tambaú - João Pessoa
  • Praia de Gramame - Conde
  • Tambaba - Conde
  • Praia Bela - Pitimbu
  • Praia Formosa - Cabedelo

Pernambuco

  • São José da Coroa Grande
  • Conceição - Paulista
  • Janga - Paulista
  • Maria Farinha - Paulista
  • Pontas das Pedras - Goiana
  • Catuama - Goiana
  • Tamandaré
  • Praia do Paiva - Cabo de Santo Agostinho
  • Candeias - Jaboatão dos Guararapes
  • Boa Viagem - Recife
  • Carneiros - Tamandaré
  • Praia de Dell Chifre - Olinda 
  • Praia de Gamboa - Ipojuca 
  • Praia de Nossa Senhora do Ó - Ipojuca
  • Porto de Galinhas - Ipojuca
  • Ilha Cocaia - Cabo de Santo Agostinho
  • Piedade - Jaboatão dos Guararapes
  • Pau Amarelo - Paulista
  • Praia do Forte Orange - Ilha de Itamaracá

Piauí

  • Luís Correia
  • Praia do Arrombado - Luís Correia

Rio Grande do Norte

  • Praia de Alagamar - Natal
  • Redinha - Natal 
  • Santa Rita - Extremoz
  • Jenipabu - Extremoz
  • Barra do Rio - Extremoz
  • Praia do Forte - Natal
  • Praia de Areia Preta - Natal
  • Maracajaú - Maxaranguape
  • Caraúbas (1) - Maxaranguape
  • Caraúbas (2) - Maxaranguape
  • Cabo de São Roque - Maxaranguape
  • Ponta Negra - Natal
  • Praia de Touros - Touros
  • Praia do Calcanhar - Touros
  • Ponta da Ilha Verde - Nísia Floresta
  • Foz do Rio Catu - Canguaretama
  • Muriú - Ceará-Mirim
  • Rio Punaú - Rio do Fogo
  • Jacumã - Ceará-Mirim
  • Perobas - Touros
  • Zumbi/Rio do Fogo - Rio do Fogo
  • Sibaúma/Das Minas - Tibau do Sul 
  • Búzios (Rio Doce) - Nísia Floresta
  • Foz do Rio Pirangi/Pium - Nísia Floresta
  • Pirangi do Sul - Nísia Floresta 
  • Pirangi do Norte - Parnamirim
  • Cotolelo - Parnamirim
  • Barreira do Inferno - Parnamirim
  • Maracajaú - Maxaranguape
  • Tibau do Sul - Tibau do Sul
  • Barra do Cunhaú - Canguaretama
  • Praia do Amor - Tibau do Sul 
  • Pipa - Tibau do Sul 
  • Pirambu - Tibau do Sul
  • Praia do Giz - Tibau do Sul
  • Barreta - Nísia Floresta
  • Camurupim - Nísia Floresta
  • Barra de Tabatinga-Tartarugas - Nísia Floresta
  • Pirambúzios - Nísia Floresta
  • Pirambúzios - Nísia Floresta
  • Sagi - Baía Formosa
  • Baía Formosa - Baía Formosa
  • Via Costeira - Natal

Sergipe

  • Estância 
  • Caueira - Estância
  • Mosqueiro - Aracaju
  • Praia de Jatobá - Barra dos Coqueiros
  • Barra dos Coqueiros
  • Praia de Ponta dos Mangues - Pacatuba
  • Praia do Pirambu - Pirambu
  • Atalaia - Aracaju
  • Abaís - Estância
  • Porto - Barra dos Coqueiros
  • Costa - Barra dos Coqueiros
  • Atalaia Nova - Barra dos Coqueiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.