Eraldo Peres/AP
Eraldo Peres/AP

Bolsonaro deve autorizar GLO para ações ambientais em reunião no Planalto

Presidente grava ainda pronunciamento de rádio e TV que deve ir ao ar às 20 horas desta sexta-feira

Tânia Monteiro, O Estado de S. Paulo

23 de agosto de 2019 | 14h43

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro deve assinar na tarde desta sexta-feira, 23,  decreto de Garantia da Lei e Ordem (GLO) que permitirá o emprego das Forças Armadas para ajudar Estados da região amazônica em ações ambientais. O presidente grava ainda esta tarde um pronunciamento para ir ao ar em cadeia obrigatória de rádio e TV, às 20 horas, quando anuncia medidas para combate a incêndios florestais

A previsão é que Bolsonaro assine a autorização para o emprego de tropas do Exército em reunião no Palácio do Planalto, a partir das 15 horas. A intenção é mostrar que o governo não está parado. A avaliação no Palácio do Planalto é de que existe uma campanha internacional orquestrada para atingir a imagem do País.

A mudança de tom e a reação do governo foi considerada necessária depois de declarações de chefes de Estado de pelo menos três países, França, Canadá e Alemanha, que anunciaram a intenção de discutir a questão ambiental na Amazônia em reunião do G-7.

Na reunião de hoje, no Planalto, outras medidas deverão ser decididas além da GLO para a área ambiental.  O presidente precisará da ajuda dos governadores nestas ações e, para reverter a crise que causou ao apontar "conivência" dos gestores estaduais da região, despachou interlocutores para tentar um entendimento,  em busca de uma " ação nacional".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.