Efe
Efe

Ban Ki-moon pede resposta mais rápida ao aquecimento global na COP 18

Secretário-geral da ONU disse que a mudança do clima é 'desafio existencial a toda a raça humana'

Agência Estado

04 Dezembro 2012 | 12h17

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, conclamou os governos de todos os países do mundo a acelerarem as lentas negociações em torno de uma resposta conjunta ao aquecimento global.

Ban qualificou as mudanças climáticas como "um desafio existencial a toda a raça humana" ao abrir os debates de alto escalão, que tem a participação de ministros e autoridades dos países membros, da conferência climática anual promovida pela ONU.

Este ano, o evento é realizado em Doha, Catar, e deve se estender até a sexta-feira. Em debate estão cortes futuros nas emissões de poluentes e a ajuda a países pobres afetados pelas mudanças no clima global verificadas nas últimas décadas.

Ao lembrar de tragédias como a supertempestade Sandy e outras catástrofes da natureza, Ban salientou aos representantes de quase 200 países que "o anormal está se transformando na norma" em um mundo em aquecimento.

"Essa crise representa uma ameaça a todos nós, a nossas economias, a nossa segurança e ao bem-estar de nossos filhos", enfatizou o secretário-geral da ONU. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Mudanças climáticas COP 18 Ban Ki-moon

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.