Projeto Baleia Franca/Instituto /Australis
Projeto Baleia Franca/Instituto /Australis

Baleia de 13 toneladas é encontrada morta em Santa Catarina

Animal vai se decompor naturalmente na beira do mar; causa da morte está em investigação

Aline Torres, Especial para O Estado

02 Março 2017 | 19h22

FLORIANÓPOLIS - No último domingo, 26, uma baleia-de-bryde foi encontrada morta nas areia da Guarda do Embaú, no município de Palhoça (53,4 km de Florianópolis). O animal de 13 metros, no entanto, não será removido. Por decisão técnica, ele vai se decompor naturalmente na beira do mar. A prefeitura da cidade teria dificuldades para retirá-lo, já que é um macho adulto de 13 toneladas.

A área será bloqueada com fitas e placas para que os banhistas não se aproximem da baleia. É uma estratégia para evitar contaminação. Ainda não se sabe a causa da morte. O projeto de monitoramento de Praias da Bacia de Santos foi acionado.

Pelo projeto, será feita a necropsia, que procura identificar se a morte está relacionada com atividades humanas, como a pesca, o trânsito de embarcações ou vazamento de óleo. Essa investigação é uma condição do licenciamento ambiental federal da Petrobrás para exploração do Pré-Sal da Bacia de Santos. 

A Univali (Universidade do Vale do Itajaí) e o Instituto Baleia Franca também acompanham o caso.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.