Ativistas escalam Coliseu para pedir acordo ambiental

Integrantes do Greenpeace estenderam uma faixa com a inscrição 'Copenhague: faça história agora'

AE-AP,

09 Dezembro 2009 | 11h13

Integrantes do Greenpeace estenderam uma faixa com a inscrição 'Copenhague: faça história agora'  

 

ROMA - Ativistas do Greenpeace escalaram  nesta quarta-feira, 9, metade do Coliseu, em Roma, para pressionar por um acordo climático histórico na 15ª Conferência do Clima das Nações Unidas (COP-15), que começou na segunda-feira em Copenhague, na Dinamarca. No início do dia, oito membros do grupo ambientalista usaram cordas e as mãos para chegar ao topo do segundo dos quatro pavimentos do monumento italiano. A polícia acompanhou a movimentação, mas não interveio.  

 

Veja também:

linkReunião de Copenhague discute 'fundo verde'

linkRascunho de acordo em Copenhague privilegia ricos

especialGlossário sobre o aquecimento global

especialO mundo mais quente: mudanças geográficas devido ao aquecimento

especialEntenda as negociações do novo acordo   

especialRumo à economia de baixo carbono  

Nas pedras no chão do Coliseu, cerca de 50 ativistas se deitaram para formar com os corpos a mensagem "ajam agora". Vestidos em macacões laranjas, os ativistas estenderam uma faixa amarela com a inscrição "Copenhague: faça história agora". O porta-voz do grupo Francesco Tedesco previu que se uma ação não for tomada imediatamente para reduzir as emissões de dióxido de carbono (CO2), o resultado será fome e migração em massa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.