Argentina registra segunda morte por gripe suína

Jovem de 28 anos havia feito transplante de medula; terceiro caso aguarda confirmação

Marina Guimarães, da Agência Estado,

16 Junho 2009 | 12h56

Brasil já tem 74 casos confirmados de gripe suína

BUENOS AIRES - Autoridades sanitárias da Argentina confirmaram nesta terça-feira, 16, a segunda morte provocada pelo vírus Influenza A (H1N1), conhecido como gripe suína. Um jovem de 28 anos, que estava internado em um hospital da cidade de La Plata, morreu na quinta-feira passada, 11, segundo o secretário de Saúde da Província de Buenos Aires, Claudio Zin.

 

Veja também:

especial Mapa: veja como a gripe está se espalhando

especialEntenda a gripe suína: perguntas e respostas 

video Infectologista esclarece cuidados que serão tomados 

mais imagens Veja galeria de fotos da gripe suína pelo mundo   

som 'Meios de transportes facilitam a propagação'

documento Folheto oficial do Ministério da Saúde 

 

Zin explicou que o paciente havia sido submetido a um transplante de medula óssea e recebia drogas imunodepressoras que o tornaram mais vulnerável à infecção da gripe suína e dos demais tipos de gripe.

 

Aparentemente o contágio do paciente teria sido fora do hospital. Na segunda-feira, 15, a ministra de Saúde, Graciela Ocaña, confirmou a primeira morte provocada pela gripe suína, de uma menina de três meses de idade.

 

Nesta terça-feira o Instituto Malbrán analisa amostras de uma mulher de 36 anos que, supostamente, seria a terceira vítima da doença.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.