Apagão não tira força de discurso ambiental, afirma Minc

Reforço de investimentos na construção de novas hidrelétricas causa temor entre os ambientalistas

Leonêncio Nossa, da Agência Estado,

11 Novembro 2009 | 16h12

O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, avaliou nesta quarta-feira, 11, que o blecaute ocorrido em boa parte do País, ocorrida na noite desta última terça-feira, não tirou força do discurso ambiental. Em rápida entrevista no Itamaraty, onde participou de encontro do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o presidente de Israel, Shimon Peres, Minc disse que o problema não foi de falta de energia ou de linhas de transmissão, mas sim um problema técnico no sistema.

 

"Não tenho nada a ver com isso. Foi uma falha humana. Não faltou energia, nem faltou linha de transmissão", disse o ministro. "Se ocorre um erro humano, se cai um raio ou um avião, a culpa é minha", afirmou. "Os ambientalistas não têm nada a ver com isso."

 

Segundo Minc, sempre quando ocorre problemas no sistema elétrico, aumenta a força dentro do governo dos que defendem mais investimentos na construção de hidrelétricas, o que causa um certo temor entre ambientalistas.

Mais conteúdo sobre:
Carlos Mincapagao2009ambiental

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.