Alemanha e Grã-Bretanha aceitam acordo do clima

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, aceitaram o acordo climático atingido nesta sexta-feira em Copenhague, na Dinamarca, mas disseram que queriam mais.

REUTERS

18 Dezembro 2009 | 22h24

Merkel disse que apoiará o compromisso, apesar dos sentimentos contraditórios. "A decisão foi muito difícil para mim. Demos um passo e esperávamos muitos outros", ela disse.

A chanceler acrescentou que o acordo não era ambicioso o suficiente para a União Europeia aumentar seu compromisso para reduzir as emissões de carbono de 20 por cento para 30 por cento até 2020.

"É um começo", disse Brown durante entrevista coletiva. "O que precisamos acompanhar com rapidez é a garantia de um resultado juridicamente vinculativo".

"Eu sei que vamos precisar de um tratado juridicamente vinculativo no próximo período de tempo se quisermos garantir todos os compromissos, particularmente depois de 2020", disse ele.

(Reportagem de Peter Griffiths e Markus Wacket)

Mais conteúdo sobre:
AMBIENTE ACORDO MERKEL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.