Al Gore lança campanha de US$300 mi sobre mudança climática

Al Gore, ex-vice-presidente dosEstados Unidos e ganhador do Nobel da Paz, lançou nasegunda-feira uma campanha de três anos, no valor de 300milhões de dólares, para mobilizar os norte-americanos sobre aquestão das mudanças climáticas. "Nós podemos resolver a crise do clima, mas isso vairequerer uma grande mudança na opinião e no engajamento dopúblico", disse Gore em um comunicado. "Tecnologias existem, mas nossos líderes eleitos ainda nãopossuem a vontade para tomar as ações corajosas que sãonecessárias. Quando os políticos ouvirem o povo americanopedindo claramente uma mudança, eles vão prestar atenção",disse Gore. Atuante há muito tempo em defesa do meio ambiente, Gorepreside a Aliança pela Proteção do Clima, que iniciou acampanha "WE", que incluirá uma série de vídeos, um novo site-- www.wecansolveit.org -- e um anúncio de TV para ser exibidodurante programas populares como "American Idol" e as séries"House" e "Law & Order". O primeiro anúncio compara a batalha contra a mudançaclimática ao desembarque das tropas norte-americanas naNormandia, durante a Segunda Guerra Mundial, à luta pelosdireitos civis nos EUA e ao esforço para enviar o homem à Lua. "Nós não esperamos pelos outros para enfrentar essesproblemas históricos", diz o ator William H. Macy na peçapublicitária. "Não podemos esperar pelos outros para ajudar aresolver a crise do clima no mundo. Precisamos agir agora." Os próximos anúncios devem trazer "aliados improváveis"como o ativista em defesa dos direitos humanos Al Sharpton e opregador conservador Pat Robertson, e os cantores de músicacountry Toby Keith e Dixie Chicks falando juntos contramudanças no clima. Segundo a chefe do escritório da Alliança, Cathy Zoi, de 9a 10 por cento dos norte-americanos já atuam no movimentocontra mudanças climáticas e 80 por cento estão a par doproblema.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.