África do Sul autoriza retomada da caça de elefantes

A população de elefantes no país saltou de 8.000 em 1994, quando a caça foi proibida, para mais de 20.000

AP,

25 de fevereiro de 2008 | 12h17

frica do Sul anunciou nesta segunda-feira, 25, que liberará a caça de elefantes para controlar a população desses animais pela primeira vez, desde 1994.   A decisão foi alvo praticamente imediato de críticas por parte de grupos de defesa dos animais, que ameaçam convocar um boicote turístico, além de protestos e ações na justiça.   A população de elefantes na África do Sul saltou de aproximadamente 8.000 em 1994, quando a caça foi proibida, para mais de 20.000 atualmente. A nova medida entrará em vigor na sexta-feira.   A suspensão da proibição à caça de elefantes faz parte de uma nova política do governo para evitar os riscos representados pela superpopulação desses animais.   A África do Sul também está proibindo a captura de elefantes selvagens para atividades comerciais, como safáris no lombo de elefantes.   O ministro sul-africano de Ambiente, Marthinus van Schalkwyk, acrescentou que o governo estabelecerá regras de tratamento aos 120 elefantes mantidos em cativeiro no país, depois do recebimento de denúncias de maus-tratos aos animais.

Tudo o que sabemos sobre:
elefantescaçaáfrica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.