Acidez do mar ameaça segurança alimentar de países, diz estudo

Levantamento mostra que o arquipélago de Comores, no Oceano Índico, é o mais ameaçado

Reuters

24 Setembro 2012 | 10h19

EUA - Problemas de segurança alimentar causados pela mudança climática e a acidificação dos oceanos podem afetar gravemente pequenas nações litorâneas ou insulares, disse o grupo ambientalista Oceana.

Comores, um arquipélago no Índico, lidera o ranking da ONG sobre as nações mais vulneráveis ao efeito combinado das emissões de dióxido de carbono, da elevação na temperatura do mar e na crescente acidificação dos oceanos.

Países que dependem dos frutos do mar como fonte de proteína estão especialmente ameaçados, porque ostras e mexilhões, por exemplo, ficam mais vulneráveis. Togo, Ilhas Cook, Kiribati e Eritreia completam os cinco primeiros lugares da lista.

Especialistas estimam que a acifidicação dos mares tenha aumentado 30% desde o início da Revolução Industrial.

Mais conteúdo sobre:
Acidez mar meio ambiente

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.