2010 já empata com 98 como o ano mais quente da história

A cobertura de gelo do Ártico parece ter atingido seu nível mínimo para este ano

Associated Press, AP

15 de setembro de 2010 | 17h23

Passados oito meses, 2010 corre cabeça a cabeça com 1998 pelo título de ano mais quente já registrado.

 

A temperatura média do planeta para o período janeiro-agosto ficou em 14,7º C, empatado com o mesmo período de 1998, informa a Administração Nacional de Atmosfera e Oceano (NOAA) dos Estados Unidos. Os dados da NOAA indicam ainda que agosto foi o terceiro mais quente já registrado, com temperatura média global de 16,2º C.

 

Em relatório separado, o Centro Nacional de dados de gelo e Neve dos EUA informa que a cobertura de gelo do Ártico parece ter atingido seu nível mínimo para este ano, sendo a terceira menor extensão já anotada desde o início das observações por satélite, em 1979.

 

O gelo do Ártico cobriu uma área média de 6 milhões de quilômetros quadrados, 22% abaixo da média 1979-2000. Este foi o 14º agosto consecutivo com gelo do Ártico abaixo da média.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.