VIRA-CASACAS
As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

VIRA-CASACAS

Dener Giovanini

10 Setembro 2011 | 23h04

É muito interessante observar o comportamento de algumas figuras públicas depois que deixam o poder.

Ontem, no lançamento do Comitê contra o projeto do novo Código Florestal, algumas figuras eram emblemáticas. A começar pelo atual secretário de Meio Ambiente do Rio de janeiro, Carlos Minc. Lá estava também Marina Silva. Ambos foram ministros do meio Ambiente do ex-presidente Lula. Ao lado deles, estavam também representantes de diversas ONGs ambientalistas que tiveram assento garantido no governo que passou. Todos agem e discursam como se nunca tivessem participado e, consequentemente, respaldado uma política ambiental que trouxe enormes retrocessos para o Brasil. As  ONGs “companheiras” de Marina Silva no Ministério do Meio Ambiente, durante a sua gestão, hoje mostram-se enérgicas no combate ao novo Código Florestal. Energia que faltou quando muitos dos seus representantes estavam na folha de pagamento do Governo Federal.

Participaram também do evento alguns artistas. Artistas de verdade, que fique claro, pois ao lado deles também estavam os “artistas de mentira”.  Esses últimos, com suas veias dramaturgas medíocres, querem continuar enganando o respeitável público com suas interpretações toscas. E, para isso, não se envergonham de se apossar de um personagem ambientalista de quinta categoria. Pobre país.

 

Lançamento do Comitê contra o novo Código Florestal. Foto: Luis Morier/ImprensaRJ.

 

Mais conteúdo sobre:

ambientalistasPolíticaReflexões