As informações e opiniões formadas neste blog são de responsabilidade única do autor.

Nota da MSC

Dener Giovanini

03 Janeiro 2014 | 18h27

Caro leitor,

Atendendo ao pedido do Grupo Máquina PR, o Blog publica abaixo um esclarecimento enviado pela MSC a respeito do post “Lixo ao mar: para a MSC é apenas falta de assunto?”

Esse Blog recebeu a informação que a Relações Públicas da MSC está recebendo ameaças de internautas e, portanto, venho aqui reafirmar que condenamos esse tipo de iniciativa. Todos os protestos são válidos, porém, devem se manter no limite do respeito ao próximo, independente de concordarmos ou não com suas práticas ou posições. Agradeço a todos.

Dener Giovanini

São Paulo, 03 de janeiro de 2014.

Em relação ao texto postado no blog “Reflexões Ambientais”, citando o suposto descarte de resíduos no mar por parte da MSC Cruzeiros, a companhia esclarece que as informações publicadas não expressam a opinião da profissional de Relações Públicas da armadora e tampouco da MSC Cruzeiros. As informações contidas no texto foram transmitidas por uma profissional da agência terceirizada – contratada pela MSC e responsável pelos contatos com a  imprensa – pertencente ao Grupo Máquina PR, de forma equivocada, e não condizem com a posição da armadora.

Como expresso em e-mail anterior enviado ao editor do blog Denner Giovanini pela colaboradora e profissional de Relações Públicas da MSC Cruzeiros, houve uma falha de comunicação. A companhia ressalta que não compartilha da opinião e mensagem transmitida pela jornalista e funcionária do Grupo Máquina PR, e tampouco concorda com o contexto citado no texto do blog, vindo prontamente se posicionar sobre o assunto quando questionada. No e-mail de esclarecimento enviado ao Sr. Denner Giovanini ontem, a MSC Cruzeiros informou que segue os procedimentos nacionais e internacionais de manuseio, tratamento e descarte de lixo, e que ainda abriu processo interno para apurar se o suposto descarte de resíduos no mar ocorreu em um de seus navios, frisando ainda que repudia todo e qualquer tipo de ação que agrida o meio ambiente.

Na sequência, encaminhou a posição oficial da companhia, que não foi considerada no texto “Lixo ao mar: para a MSC é apenas falta de assunto?”, publicado em 02 de janeiro de 2014, e não reflete a realidade dos fatos.

 Nota oficial

A MSC Cruzeiros informa que segue práticas e procedimentos de tratamento, dispensa e reciclagem de lixo, conforme as normas brasileiras e internacionais, e repudia qualquer atitude ou processo irregular que vá contra suas regras, processos – adotados em toda sua frota – e o meio ambiente. A empresa desconhece qualquer violação a estas normas e iniciará uma investigação para apurar o caso internamente.

Todo o lixo dos navios passa por uma triagem e transformação de acordo com as regulamentações do setor. Os navios estão equipados com incineradores, trituradores e compactadores para transformação do lixo e a utilização desses equipamentos permite o despejo dos resíduos biodegradáveis no mar sem agredir o meio ambiente, segundo as normas brasileiras e internacionais.

O lixo nocivo, tóxico ou não biodegradável é recolhido em recipientes adequados, armazenados em espaços específicos, longe de resíduos incompatíveis. Outros lixos que podem liberar substâncias poluentes são eliminados em reservatórios que são recolhidos em terra por empresas autorizadas para adequada reciclagem conforme previsto pela legislação. Toda descarga de lixo é devidamente registrada e certificada.

A companhia destaca ainda que é a única empresa no mundo a receber o prêmio “7 Golden Pearls” [“7 Pérolas Douradas”], do Bureau Veritas, em reconhecimento à sua política em prol da proteção ambiental e ao seu alto nível de gestão de qualidade, que também lhe garantiram certificações ISO 9001 e ISO 22000 pela qualidade e segurança dos alimentos em terra e a bordo.

Cada embarcação de sua frota ainda conta com um oficial ambiental a bordo, responsável pelas questões relacionadas ao meio ambiente, o que inclui o monitoramento dos processos de reciclagem e a eliminação dos resíduos produzidos, visando garantir a implantação dos padrões mais elevados possíveis de tratamento e descarte de águas residuais, além de um coordenador ambiental em terra, responsável pela supervisão das operações ambientais de todos os navios.

A companhia permanece à disposição para quaisquer esclarecimentos e reforça seu compromisso com o meio ambiente, o público e todos os envolvidos.

Cordialmente, 

MSC Cruzeiros