Tempestade Fred se torna furacão no leste do Atlântico

A tempestade tropical Fred ganhou força e se tornou um furacão no leste do oceano Atlântico na noite de terça-feira, mas não deve atingir nenhuma ilha da região, de acordo com o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos.

REUTERS

09 Setembro 2009 | 07h35

O Fred tinha ventos máximos de 120 quilômetros por hora e estava localizado a oeste-sudoeste das Ilhas de Cabo Verde, na costa oeste da África.

Segundo furacão da temporada de 2009 do Atlântico, o Fred está na categoria 1 na escala de intensidade de furacões Saffir-Simpson, que vai até 5.

De acordo com o centro dos EUA, o Fred deve fazer uma curva para o noroeste e depois seguir para o norte, ficando a milhares de quilômetros de distância da costa leste norte-americana.

O Centro Nacional de Furacões acrescentou que o furacão deve permanecer no leste do Atlântico, bem distante do Golfo do México, onde estão concentradas as operações de gás e petróleo dos EUA.

À meia-noite (horário de Brasília), a tempestade estava localizada a 715 quilômetros a oeste-sudoeste de Cabo Verde e estava seguindo em direção oeste-noroeste a cerca de 19 quilômetros por hora, de acordo com especialistas climáticos.

(Reportagem de Jim Loney)

Mais conteúdo sobre:
CLIMA FURACAO FRED*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.